Vinho todos os dias?

Com certeza, já ouviu falar que uma taça de vinho por dia faz bem para a saúde, e de fato faz, muitos médicos aconselham seus pacientes a beberem. A maioria das pessoas seguem esse conselho muito bem, mas poucas sabem as verdadeiras razões pelas quais é recomendado pelos profissionais.

Não tem como resistir a um delicioso vinho, mas é preciso saber beber e ter cuidado, já que é saudável quando consumido de forma correta e nas quantidades apropriadas. Mas é necessário entender que não é qualquer vinho que deve ser escolhido, e sim o vinho tinto. O horário em que essa taça é consumida também é importante, deve ser durante a hora do almoço ou jantar, se for possível no período da noite melhor, para evitar problemas durante o dia.

Antigamente, o vinho era bebido apenas por diversão e para passar um momento de descontração com alguém especial, com o passar dos anos esse conceito foi sofrendo alterações. Hoje em dia, o vinho é bastante utilizado para tratar doenças e, até mesmo, para evitá-las. O vinho é muito utilizado para tratar algumas doenças e transtornos, como a diabetes, a demência e a osteoporose. Embora seja uma das bebidas com álcool mais antigas do mundo, não faz muito tempo que foram descobertas essas qualidades.

Segundo um estudo realizado pela Universidade de Alberta (Canadá), foi identificado que o vinho tinto contém uma substância chamada resveratrol que pode oferecer benefícios similares a uma hora de atividade física, seja na academia ou ao ar livre. Claro que isso não se trata de abandonar para sempre a movimentação dos músculos.  

Benefícios do vinho

Confira a seguir os principais benefícios que esta maravilhosa bebida proporciona para a saúde:

  • Reduz o risco de falecimento: É comprovado que o consumo de 22 a 32 gramas de vinho por dia tem um efeito protetor sobre a saúde, evitando a morte por várias causas;

  • Minimiza os efeitos do cigarro: O vinho ajuda a reduzir os danos que são causados pelo tabaco nos vasos sanguíneos, causando relaxamento e a vasodilatação. Além disso, produz efeitos positivos no endotélio, uma camada de células que reduzem a fricção entre os vasos linfáticos e sanguíneos, principalmente sobre o coração;

  • Previne doenças cardiovasculares: Este, com certeza, é um dos benefícios mais conhecidos do vinho tinto, sempre que consumido nas medidas certas e indicadas pelos especialistas. Cientistas afirmam que o vinho ajuda a evitar doenças coronarianas, reduzindo a produção do colesterol considerado ruim, aumentando a produção do bom;

  • Previne o aparecimento da arteriosclerose: A arteriosclerose é uma doença que ocorre quando os vasos sanguíneos perdem a sua capacidade de relaxar, o vinho permite neutralizar os seus sintomas e até impedir. Isso ocorre devido ao fato de que o álcool proveniente do vinho ajuda os vasos a permanecerem saudáveis, devido à formação de óxido nítrico,  substância fundamental no relaxamento vascular;

  • Equilibra a pressão arterial: Não é novidade que o consumo excessivo de álcool provoca hipertensão arterial, entretanto beber uma taça de vinho por dia produz o efeito contrário, uma vez que abaixa a pressão;

  • Reduz a formação de cálculos renais: A ingestão diária de vinho tinto ajuda a diminuir o risco de desenvolvimento de pedras nos rins;

  • Evita Alzheimer: Produz efeitos neuroprotetores, ajudando no combate ao desenvolvimento deste mal.

Entre as vantagens do vinho também podem ser citados, melhora na circulação sanguínea, reduz os riscos de padecer de diabetes, previne o envelhecimento prematuro das células da memória, evita o câncer de próstata, ajuda na visão e previne doenças como a retinopatia diabética, diminui as alergias por suas propriedades anti-histamínicas, reduz a dor e os males das hemorroidas, favorece a absorção das proteína e evita a formação de coágulos de sangue.

Como acompanhar o vinho?

Após conhecer os benefícios do vinho, é necessário entender com quais alimentos ele harmoniza melhor, pois assim será mais fácil manter esta rotina. Combinar vinho e comida é mais fácil do que você pensa, basta seguir algumas dicas, confira:

Os vinhos tintos são perfeitos quando acompanhados por massas, invista em receitas elaboradas e deliciosas, macarrão e pizza de massa fina são ótimas apostas. As carnes mais simples ou a base de molho suave são uma boa opção para acompanhar o vinho tinto doce, já a carne de cordeiro e as carnes vermelhas a base de molhos mais concentrados ou picantes podem ser servidas com um vinho tinto seco.

Os vinhos brancos também ficam ótimos quando acompanhados com pratos quentes, as variedades mais suaves podem ser servidas com peixes e carnes brancas e molhos simples. O vinho branco seco combina perfeitamente com uma receita de frutos do mar mais encorpada.  

Fontes: melhorcomsaude, westwing