QUAL A DIFERENÇA ENTRE CHAMPAGNE, ESPUMANTE E FRISANTE?

CHAMPAGNE

A palavra Champagne deriva de campagnia, termo latino que designa uma região campestre ao norte de Roma. O verdadeiro Champagne provém exclusivamente de uma região, também chamada Champagne, cerca de 145 quilômetros a nordeste de Paris. O Champagne, junto com o Xerez e o Porto, é um dos vinhos de produção mais complicada do mundo. Envolve inúmeras e trabalhosas etapas. Apenas podem ser chamados de champagne os vinhos espumantes produzidos nesta região da França. Portanto: tod champagne é um vinho espumante, mas nem todo vinho espumante é champagne.

ESPUMANTES

Existem vinhos espumantes em praticamente todos os países vinícolas. A maioria deles são elaborados através dos métodos criados e utilizados na França para elaboração de seus espumantes: Os tipos são:

-Prosecco: região vinícola demarcada localizada no Veneto, norte/nordeste da Itália. Produz vinhos brancos e principalmente espumantes nas sub-regiões de Valdobbiadene e Conegliano. Durante anos, a palavra  prosecco foi utilizada para designar a uva (cujo nome original é Glera) empregada na elaboração destes vinhos.

-Asti: elaborado com a uva Moscato, é um vinho espumante adocicado, de baixo teor alcoólico, muito exportado. Ao contrário do Champagne, que utiliza o método tradicional Champenoise (com segunda fermentação na garrafa), e de outros espumantes que utilizam o método Charmat (com segunda fermentação em tanques de aço inox), na produção do Asti é feito mediante uma única fermentação em tanques com retenção do gás carbônico liberado. A fermentação é interrompida, por resfriamento, quando os teores adequados de álcool (7-9o GL) e açúcar (3,5%) são atingidos.

-Sekt: Nome genérico dos vinhos espumantes da Alemanha, que geralmente possuem uma doçura típica da fruta. O sekt do tipo seco é chamado de trocken.

-Cavas: espumantes produzidos na Espanha, principalmente na Catalunha, e Penedés, região que se responsabiliza por 99% da produção do país. A região costeira, com um suave clima mediterrâneo, ao norte tendo um clima subcontinental, videiras localizadas próxima à costa, altitude com menos de 200 metros acima do nível do mar e boa influência marítima.

FRISANTE

É um vinho com pouco gás carbônico, apesar deste elemento surgir naturalmente do processo de fermentação da uva. Geralmente, possui a metade da quantidade de gás-carbônico presente nos espumantes. (Ex: lambruscos)

OBS: As populares cidras são bebidas cujo gás-carbônico foi inserido artificialmente.